Os 5 maiores inimigos do investidor que quer ficar rico na bolsa





O excesso de confiança é um dos inimigos dos investidores, explica um educador financeiro 
Por Leonardo Pires Uller

SÃO PAULO – Escolher as melhores ações, comprá-las em seu menor preço e vendê-las no mais alto, ganhar muito dinheiro mesmo em momentos de queda generalizada. Quem não deseja investir assim? No entanto, ser um grande investidor não é tão simples quanto parece e muitas pessoas acabam se perdendo no meio do caminho. O InfoMoney conversou com educadores financeiros que listaram os maiores inimigos do investidor de sucesso na bolsa.

Excesso de confiança
O educador financeiro André Massaro explica que “uma das piores coisas que pode acontecer é um investidor fazer um excelente negócio logo em seu primeiro trade na bolsa”. Ele destaca que, com muita confiança, os investidores acabam não fazendo a "lição de casa" direito e pesquisando como deveriam. Assim, a chance dos próximos investimentos darem errado aumenta bastante.

Preguiça
Outro inimigo relacionado ao excesso de confiança e falta de pesquisa é a preguiça. “Muitas vezes o investidor vai em fóruns buscar as sugestões de outros pequenos investidores, ao invés de tentar estudar por conta própria. Isso é preguiça”, comenta o educador financeiro Antonio de Julio. Ele afirma ainda que nem sempre as informações compartilhadas são confiáveis ou corretas, por isso o investidor deve ficar atento com o que lê na internet - o melhor é sempre buscar informações de analistas e profissionais que tenham experiência com este tipo de mercado.

Expectativas exageradas
Massaro comenta que as pessoas costumam entrar na bolsa esperando ter ganhos muito fora da realidade, e achando que sempre vão acertar. “O erro é inevitável e o principal problema de ter expectativas exageradas é que quando o erro chegar, a pessoa fica abalada psicologicamente e não investe mais”, descreve o especialista.

Ansiedade
Outro erro muito comum, que acontece principalmente com o investidor iniciante, é ser muito ansioso e confundir ociosidade com falta de produtividade, afirma Antonio de Julio. O educador exemplifica: “esse é o caso daquele investidor que vê o mercado inteiro caindo, mas mesmo assim decide que tem que fazer alguma coisa para tentar ganhar dinheiro. Na maioria das vezes isso vai dar errado e ele só vai perder”.

Falta de disciplina
“Para estreantes é importante não entrar com muito dinheiro, ter disciplina e começar aprendendo”, explica Antonio de Julio. O educador destaca que é importante ter a disciplina de esperar o melhor momento para investir e estudar bastante antes de realizar grandes movimentações no impulso. "A falta de disciplina pode levar a erros irreversíveis", alerta.

Postar um comentário