Drogas e prostituição aumentam PIB da Itália e tiram o país da recessão - Vale tudo para os Corporate Zombies


Novo sistema metodológico, que inclui receita de atividades como tráfico de drogas e prostituição, elevou o PIB de uma queda de 0,1% para uma alta de 0,2%
Por Reuter



ROMA - A Itália revisou para cima seu Produto Interno Bruto (PIB) do primeiro trimestre de 2014 nesta quarta-feira para mostrar estagnação, indicando que a terceira maior economia da zona do euro não está tecnicamente em recessão.



A agência de estatísticas ISTAT havia divulgado anteriormente queda de 0,1% do PIB no primeiro trimestre contra o período anterior, e recuo de 0,2% no segundo trimestre, resultado este que não foi revisado.



Dois trimestres consecutivos de contração são considerados como recessão técnica.
A revisão deveu-se a mudanças metodológicas adotadas na União Europeia que devem elevar o PIB deste ano, dando ao governo do primeiro-ministro Matteo Renzi mais espaço para manter o déficit abaixo do limite da UE de 3%.



O novo sistema, conhecido como SEC 2010, muda a maneira como os gastos com pesquisa e armamentos são classificados nos cálculos do PIB, e também inclui receita de atividades ilegais relacionadas a tráfico de drogas e prostituição.
 

Postar um comentário

0 Depoimentos: