EXAME DESCARTA EBOLA E CRESCEM SUSPEITAS DE ‘ARMAÇÃO




OPOSIÇÃO SUSPEITA QUE ‘EBOLA’ FOI CRIADO PARA TIRAR PETROLÃO DAS MANCHETES
Publicado: 11 de outubro de 2014 às 10:16 - Atualizado às 15:27
Por: Redação


ebola no brasil by agencia brasil
O homem da Guiné: era uma febre de apenas 36 graus
Deu negativo o exame para diagnóstico etiológico de Souleymane Bah, paciente com suspeita de infecção pelo vírus ebola, segundo o Ministério da Saúde informou na manhã deste sábado (11), muito embora o resultado conclusivo somente  será obtido após um segundo exame, 48 horas após a primeira amostra.

O paciente já não apresenta febre e está mantido em isolamento total no Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas, no Rio de Janeiro, mas sairá do isolamento se o segundo exame descartadar a hipótese de ebola.

Setores de oposição e eleitores nas redes sociais desconfiam que tudo não passou de armação para tentar ofuscar a repercussão das declarações do ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa e do megadoleiro Alberto Youssef.

As suspeitas de armação foram objeto de nota na coluna do jornalista Cláudio Humberto, do Diário do Poder, neste sábado: “Oposicionistas aguardam a confirmação do ebola, anunciado no exato dia em que foi revelada a espantosa corrupção na Petrobras, durante os governos Lula e Dilma. Desconfiam que o ebola pode estar sendo usado em lugar de “descobertas” de petróleo, para abafar o escândalo.”

Bah, um missionário de 47 anos, saiu de Guiné, na África Ocidental, no dia 18 de setembro. Após passar pelo Marrocos, chegou ao Brasil no dia seguinte. Por apresentar febre (de apenas 36 graus), o caso foi classificado como suspeito. Mas o que ele tinha, segundo os médicos, era sintomas de desnutrição.

Postar um comentário

0 Depoimentos: